quarta-feira, 27 de abril de 2016

Freaks


Ano: 1932
Direção: Tod Browning
Duração: 62 minutos
Gênero: Terror
Cor: Preto e Branco

Do famoso diretor Tod Browning (Dracula) Freaks foi feito no intuito de chocar a audiência na época, e para isso o filme retrata a vida de seres humanos deformados que atuam em um circo de aberrações.


Sinopse: Freaks retrata a rotina de um circo onde uma bela trapezista chamada Cleopatra seduz e se casa com um anão chamado Hans, que é herdeiro de uma enorme fortuna. Mas o que Hans não sabe é que sua amada é amante de Hércules, o homem-forte que também trabalha no circo. Juntamente com esse trio o circo conta com uma enorme variedade de pessoas deformadas que servem de atração nas apresentações (estilo circo dos horrores).


E essas pessoas deficientes e deformadas formam uma família muito unida, união essa reforçada pelas suas próprias deficiências em comum. Mas assim que a trapezista se casa com o bobo anão Hans, seu plano fica claro para todos, que é, obviamente, se livrar do anão para ficar com sua fortuna. Só que o que ela e o amante não contavam é com a união da família circense e o quanto eles podem ser realmente FREAKS.




No filme, os "freaks" na verdade são as pessoas honradas e bondosas, enquanto que os verdadeiros monstros são as pessoas consideradas belas e normais.

Em 1994, o filme foi selecionado como o décimo quinto filme mais assustador de todos os tempos por uma rede de TV norte americana.

Uma curiosidade interessante sobre este filme foi o aparecimento em inglês do termo “Freaks” para designar algo ou alguém anormal, estranho, marginal, tão utilizado atualmente no mundo todo.




Freaks é um cult clássico da década de 30 que abalou a sociedade da época, foi rejeitado, trancafiado e somente após 30 anos, na década de 60, que é posto a mostra no mundo todo em exibições de cinemas sujos e festivais amadores. O motivo de tanta polêmica e rejeição esta na essência da trama, nas críticas e nos personagens atípicos.




Arquivo: MKV
Tamanho: 1,8 GB
Idioma: Inglês
Legendas: PT-BR



Nenhum comentário:

Postar um comentário